• PESQUISA
  • FUTEBOL A
    11 Abril
    1º Dezembro 1-0 Sintrense: E no fim ninguém sorriu

    Tanto Sintrense como 1º Dezembro entraram para esta última jornada a dependerem de si próprios. Os orientados por Hugo Falcão chegaram a esta partida a precisarem de três pontos que automaticamente lhes assegurariam a presença no playoff de acesso à Liga 3. Já os de São Pedro, para além da vitória precisam de vencer por uma margem de três ou mais golos para garantirem a manutenção.

    Hugo Falcão para atacar a última jornada fez poucas alterações relativamente ao último jogo. Fez alinhar de início Martim Fonseca, o ex- 1º Dezembro, no lugar de Diogo Gonçalves, e Luís Rodrigues para o lugar de Tiago Rodrigues.

    O jogo começou bastante animado. O Sintrense parecia ter claro aquilo de que precisava para levar de vencida esta equipa do 1º Dezembro. A partida só tinha um sentido e as oportunidades de golo para a equipa de Hugo Falcão eram evidentes, no entanto reinava o desperdício. Apesar da supremacia evidente dos forasteiros, fomos para intervalo sem qualquer alteração no marcador.

    As perspetivas para a segunda metade eram as melhores depois daquilo que tinha sido produzido nos primeiros 45 minutos. Mas bastaram sete minutos para Rodrigo Piloto, ex-Sintrense, adiantar os da casa no marcador. Este golo surge completamente contra aquilo que estava a ser produzido dentro das quatro linhas. Agora em vantagem na partida, a esperança da manutenção aumentou e com isso o 1º Dezembro cresceu no jogo. Para a equipa do Sintrense aquele golo foi uma machadada naquilo que tinham feito até ali. O objetivo do playoff de acesso à Liga 3 estava agora mais longe e os jovens de amarelo e azul sentiram-no. Depois de terem feito uma das melhores primeiras partes da época a jogar fora de casa, a segunda foi totalmente diferente.  Com a necessidade de correrem atrás do prejuízo, o jogo passou a ser mais coração do que cabeça. A qualidade de jogo que pautou os primeiros 45’, não apareceu na segunda e nem com as alterações feitas por Hugo Falcão a equipa conseguiu chegar ao golo.

    O resultado manteve-se até ao apito final e o semblante dos jogadores de ambas as equipas não enganava: nenhum dos objetivos tinham sido cumpridos.

    Assim sendo, o 1º Dezembro confirmou a descida às Distritais e o Sintrense não conseguiu garantir a presença no playoff de acesso à Liga 3, na próxima época vai manter-se no Campeonato de Portugal.

    Com este resultado, a temporada dos jovens de Sintra chega ao fim. Terminam no 6ª lugar com nove vitórias, onze derrotas e sem qualquer empate.

    Onze inicial:
    83- João Silva
    31- Martim Fonseca (saiu 74’)
    3-Tomás Loureiro
    4- Tahar El Khalej
    12- Gonçalo Vieira (saiu 63’)
    16- Danilson Tavares
    10- David Teles ©
    8- Luís Rodrigues (saiu 63’)
    75- Serginho
    59- António Xavier
    20- Toni (saiu 29’)

    Suplentes:
    84- Tomás Raínho
    32- Vasco Teixeira (entrou 63’)
    22- Diogo Gonçalves (entrou 74’)
    6- Gonçalo Pinto
    11- Simão França (entrou 29’; saiu 74’)
    77- Benny (entrou 63’)
    9- Ivan Carvalho (entrou 74’)

    Treinador: Hugo Falcão

    PARTILHAR
    RECENTES
    A nova SAD do Sintrense

    A SAD do Sintrense pretende desenvolver um projeto de referência nacional e internacional, no desenvolvimento e valorização de jovens jogadores de futebol em Portugal.

    > LER MAIS
    FUTEBOL A
    04 Maio
    A nova era começa agora!

    Novo site, novas parcerias, nova Ambição. O lançamento do novo site marca o início de uma nova era para o Sintrense, representa toda a ambição e diferenciação do projeto da SAD, que procura parceiros que se revejam nos pilares estratégicos que desenvolvemos.

    > LER MAIS
    FUTEBOL A
    04 Maio
    RECOMENDADOS
    SPORT UNIÃO SINTRENSE

    RUA PEDRO DE CINTRA, Nº23
    PORTELA DE SINTRA
    TEL: +351 21 923 18 40
    SECRETARIA@SUSINTRENSE.PT

    © COPYRIGHT SPORT UNIÃO SINTRENSE