• PESQUISA
  • FUTEBOL A
    31 Março
    Caldas 1-0 Sintrense: Tiro ao lado não acaba com a esperança da Turma de Sintra

    O Caldas SC recebeu e venceu o SU Sintrense por uma bola a zero. A equipa de José Vala ascendeu ao quarto lugar com 27 pontos. Já o Sintrense manteve o sexto lugar  com 24 pontos, ficando assim, para já, fora da zona do playoff de acesso à Liga 3.

    Esta era uma partida que significava muito para ambas as equipas. Em jogo estava um sério passo em direção ao objetivo: o playoff de acesso à Liga 3. A importância deste encontro ficou espelhada na forma como as duas formações se apresentaram em campo. Hugo Falcão abdicou do 4-3-3 habitual, substituindo-o por um agressivo 3-4-3. Esta mudança tática trouxe uma maior coesão defensiva, fechando os espaços que a equipa do Caldas tanto gosta de explorar.

    Durante os primeiros minutos assistimos a um jogo cujas equipas estavam mais preocupadas em não sofrer do que propriamente em chegar ao golo. O Caldas tomava a iniciativa, mas a equipa do Sintrense, sempre muito pressionante, dificultava o jogo apoiado que caracteriza a formação de José Vala. Foi fruto desta pressão que, à passagem dos 32´, os lobos de Sintra tiveram a melhor oportunidade da partida. Numa das tentativas de a formação do Oeste sair a jogar, os orientados por Hugo Falcão montaram uma teia, recuperando rapidamente a posse. Gonçalo Pinto “do meio da rua” tentou a sua sorte e com um remate potente fez o esférico embater no interior da barra. Os momentos que se seguiram foram de alguma perplexão. Entrou completamente ou não…? O fiscal de linha mandou seguir. Tanto do banco de suplentes dos visitantes, como das bancadas ouviram-se de imediato fortes protestos. Aquele remate podia ser a alavanca necessária para escalar a mata.

    Sem muito espaço para jogar foi de bola parada que a equipa da casa chegou ao golo. No último suspiro da primeira parte, num lance tirado a papel químico relativamente ao que se passou na partida da primeira volta disputada em Sintra. Através da cobrança de um pontapé de canto e depois de um desvio ao primeiro poste, surge o central do Caldas SC Pedro Gaio, ao segundo para colocar a formação caseira na liderança do marcador.

    Não satisfeito com o resultado e para atacar o segundo tempo, Hugo Falcão fez três substituições, desfazendo a linha de cinco defesas com a qual se apresentou inicialmente em campo e voltou ao 4-3-3 habitual. Entraram Diogo Gonçalves, Vasco Teixeira e Benny para os lugares de Martim Fonseca, Tomás Loureiro e Ricardo Caeiro.

    A alteração tática ao intervalo fazia prever que o Sintrense abordasse a segunda parte de forma distinta e que assumisse mais o controlo da posse. No entanto, e apesar das alterações, a turma de Sintra manteve as dificuldades em ligar o jogo.

    Com o passar do tempo, o jovem treinador da equipa forasteira ainda passou para um 4-4-2, dando à sua equipa mais presença na área adversária, mas o deserto de ideias manteve-se, tendo sido uma exibição sempre em decrescendo.

    Até ao final e numa altura em que já era mais coração do que cabeça, Diogo Garrido ainda foi a tempo de brilhar com várias defesas de elevado grau de dificuldade, fazendo com que o resultado não se avolumasse.

    Com esta derrota, o SU Sintrense mantém o sexto lugar da série F do Campeonato de Portugal a dois pontos do quinto classificado: o Loures. Este resultado mantém em aberto a luta pelo apuramento para o play-off de acesso à Liga 3, relegando as decisões para as duas últimas jornadas.

    O próximo jogo do SU Sintrense é diante do União de Santarém, em casa. Esta partida está agendada para sábado, 2 de Abril, pelas 17:15h.

    Onze inicial:

    1-Diogo Garrido
    31- Martim Fonseca (saiu 46’)
    3-Tomás Loureiro (saiu 46’)
    4- Tahar El Khalej
    12- Gonçalo Vieira
    23- Ricardo Caeiro (saiu 46’)
    8- Luís Rodrigues
    10- David Teles © (saiu aos 67’)
    6- Gonçalo Pinto
    75- Serginho (saiu 60’)
    59- António Xavier

    Suplentes:

    83- João Silva
    22- Diogo Gonçalves (entrou 46’)
    32- Vasco Teixeira (entrou 46’)
    14- Hugo Barbosa (entrou 60’)
    48- Gonçalo Cabral (entrou 67’)
    20- Toni
    77- Benny (entrou 46’)

    Treinador: Hugo Falcão

    Departamento de Comunicação
    PARTILHAR
    RECENTES
    A nova SAD do Sintrense

    A SAD do Sintrense pretende desenvolver um projeto de referência nacional e internacional, no desenvolvimento e valorização de jovens jogadores de futebol em Portugal.

    > LER MAIS
    FUTEBOL A
    04 Maio
    A nova era começa agora!

    Novo site, novas parcerias, nova Ambição. O lançamento do novo site marca o início de uma nova era para o Sintrense, representa toda a ambição e diferenciação do projeto da SAD, que procura parceiros que se revejam nos pilares estratégicos que desenvolvemos.

    > LER MAIS
    FUTEBOL A
    04 Maio
    RECOMENDADOS
    SPORT UNIÃO SINTRENSE

    RUA PEDRO DE CINTRA, Nº23
    PORTELA DE SINTRA
    TEL: +351 21 923 18 40
    SECRETARIA@SUSINTRENSE.PT

    © COPYRIGHT SPORT UNIÃO SINTRENSE