• PESQUISA
  • FUTEBOL A
    06 Abril
    Sintrense 4-3 União de Santarém: Jogo de loucos reforça esperança do Sintrense

    Caminhamos para o fim do Campeonato. Agora mais do que nunca, todos os pontos contam. Esta era uma partida decisiva. Se o União de Santarém já tinha assegurado o terceiro lugar e garantido o playoff de acesso à Terceira Liga, para o Sintrense apenas a vitória servia para manter vivas as esperanças de chegar também ao playoff. O treinador do Sintrense, Hugo Falcão, realizou algumas alterações relativamente ao último jogo. Regressou ao habitual 4-2-3-1, mas lançou João Silva, Diogo Gonçalves, Tiago Rodrigues e Toni de início. Do lado do União de Santarém, Acácio Santos fez descansar alguns dos jogadores mais utilizados do plantel, casos de: Nuno Hidalgo e Vasco Lopes.

    A equipa de Sintra não entrou bem na partida. Apesar de ter mais posse de bola, sentia dificuldades em ligar o jogo e penetrar no ultimo terço da formação de Santarém. Já a turma de Acácio Santos, embora já tivesse garantido o apuramento,  entrou com vontade de levar pontos nesta difícil deslocação a Sintra, aproveitando a velocidade dos seus jogadores da frente.

    Foi precisamente através duma transição rápida que a equipa de Acácio Santos chegou ao golo. Diogo Gonçalves deu espaço a Adélcio Varela, o lateral esquerdo do União de Santarém fletiu para dentro e rematou de pé direito para o fundo das redes de João Silva, que pouco podia fazer. Estava aberto o marcador aos 19 minutos.

    O ímpeto do União de Santarém continuou. Aos 31’ Gilson Varela surgiu, mais uma vez, com muito espaço no meio campo defensivo do Sintrense. O avançado cabo-verdiano disparou de muito longe, mas o remate ainda sofreu um desvio num elemento da defensiva do Sintrense antes de trair o guarda redes. Parecíamos estar a caminhar para uma tarde de pesadelo em Sintra.

    Apesar das poucas ocasiões criadas até ao momento, a equipa de Hugo Falcão conseguiu reduzir a desvantagem. David Teles apareceu com espaço na ala direita e com um cruzamento teleguiado encontrou António Xavier no interior da área. Xavi finalizou com um gesto técnico notável. Este 1-2 manter-se-ia até ao intervalo.

    Para a segunda parte, Hugo Falcão lançou Luís Rodrigues para o lugar de Tiago Rodrigues e à medida que o tempo ia passando a equipa de Sintra ia crescendo no jogo. Logo aos 56’, David Teles volta a surgir com espaço na ala direita e cruza novamente. A bola do capitão do Sintrense sobrevoa a área e encontra Danny que, completamente sozinho ao segundo poste, cabeceia para restabelecer a igualdade.

    Apenas 4 minutos depois, aos 60’, Diogo Gonçalves bate um canto do lado esquerdo e encontra Xavi ao primeiro poste. O avançado do Sintrense cabeceia forte, Titinho ainda esboçou uma defesa, mas o esférico só parou já para lá da linha de baliza. Estava feita a reviravolta. Um jogo de loucos em Sintra.

    Aos 68’ mais um golo do Sintrense. A jogada que começou nas mãos do guarda-redes, João Silva, Xavi recebe de costas para a baliza, ultrapassa o central do União de Santarém e já dentro da área serve Danny que só tem de encostar. Grande jogada do avançado do Sintrense e vantagem de dois golos para a equipa da casa.

    O festival de golos não ficou por aqui. Aos 76’ Nuno André tira dois jogadores do Sintrense da frente e, de fora da área, remata rasteiro fazendo a bola entrar junto ao poste. Belo golo do médio do União de Santarém, mas muitas facilidades concedidas pela defensiva do Sintrense.

    Ao minuto 81, num rápido contra-ataque, o camisa 59, Xavi rodopia e consegue soltar-se da marcação. Recebe já isolado, conduz até à área, dribla o guarda redes, mas é derrubado. O arbitro da partida, Ricardo Diogo, não teve duvidas: Penalty a favorecer o Sintrense e expulsão do guardião forasteiro, Titinho.

    David Teles teve nos pés a possibilidade de fechar a partida, mas viu o seu remate da marca de 9 metros ser parado pelo recém-entrado Nuno Hidalgo, guarda-redes ex- Sintrense.

    Praticamente na sequência do penalty falhado, surge o último lance de grande perigo. Num perigoso contra ataque, motivado por um erro da defensiva do Sintrense, Valter Jr. ficou na cara do golo, mas não conseguiu bater João Silva. O guardião do Sintrense com esta grande defesa agarrou os três pontos e manteve viva a esperança de que o clube, que o viu e fez crescer, se qualifique para a Liga 3.

    Com esta vitória, a equipa de Hugo Falcão mantém o sexto lugar em igualdade pontual com o Caldas e a dois pontos do Loures, relegando todas as decisões para a última jornada.

    O próximo e último jogo desta fase do SU Sintrense é diante do 1º Dezembro, fora de casa. Esta partida está agendada para domingo, 11 de Abril, pelas 17:15h.

    Onze inicial:

    83- João Silva
    22- Diogo Gonçalves
    3-Tomás Loureiro
    4- Tahar El Khalej
    12- Gonçalo Vieira
    16- Danilson Tavares (golo 56’, 67’) (saiu 76’)
    10- David Teles © (saiu 85’)
    18- Tiago Rodrigues (saiu 46’)
    75- Serginho
    59- António Xavier (golo 37’, 59’) (saiu 85’)
    20- Toni (saiu 69’)

    Suplentes:

    84- Tomás Raínho
    32- Vasco Teixeira (entrou 85’)
    23- Ricardo Caeiro
    8- Luís Rodrigues (entrou 46’)
    6- Gonçalo Pinto (entrou 69’)
    11- Simão França (entrou 85’)
    77- Ivan Carvalho (entrou 76’)

    Treinador: Hugo Falcão

    PARTILHAR
    RECENTES
    A nova SAD do Sintrense

    A SAD do Sintrense pretende desenvolver um projeto de referência nacional e internacional, no desenvolvimento e valorização de jovens jogadores de futebol em Portugal.

    > LER MAIS
    FUTEBOL A
    04 Maio
    A nova era começa agora!

    Novo site, novas parcerias, nova Ambição. O lançamento do novo site marca o início de uma nova era para o Sintrense, representa toda a ambição e diferenciação do projeto da SAD, que procura parceiros que se revejam nos pilares estratégicos que desenvolvemos.

    > LER MAIS
    FUTEBOL A
    04 Maio
    RECOMENDADOS
    SPORT UNIÃO SINTRENSE

    RUA PEDRO DE CINTRA, Nº23
    PORTELA DE SINTRA
    TEL: +351 21 923 18 40
    SECRETARIA@SUSINTRENSE.PT

    © COPYRIGHT SPORT UNIÃO SINTRENSE